Revalida e Seu Sistema de Aplicação

O revalida para quem não sabe é uma prova criada através de uma portaria interministerial do MEC- Ministério de Educação Superior juntamente com o MS – Ministério da Saúde, ambos órgãos brasileiros.

A finalidade de tal avaliação surgiu em 2014 com o objetivo de padronizar e valiar os diplomas de medicina de profissionais que se formam no exterior.

Vale lembrar que essa prova é sem dúvida uma evolução para a padronização do processo de revalidação de diplomas de medicina oriundos do exterior, independente do País.

Atualmente muitos brasileiros que pensam em estudar medicina no Paraguai tem medo de tal avaliação, porém somos realmente a favor da mesma, pois pensem bem, no exterior, assim como no Brasil, existem universidades (Se é que podemos falar assim) que realmente não tem a preocupação em formar bons profissionais, como ocorre em todos os País, como Bolívia, Argentina e Paraguay, sendo estes com o maior número de brasileiros estudando no exterior.

Então, seguindo a linha de raciocínio, já pensou aquelas pessoas que se formam sem qualquer condição de atuarem como médicos, como seria? Mais aí você deve se perguntar que no Brasil se formam médicos ruins também (Lógico), mas já existe um pensamento e que inclusive se encontra em prática com a ANASEM ao qual irá sem dúvida revolucionar o registro de profissionais formados em medicina no Brasil.

Sendo assim, quem se forma no exterior deve ser sim avaliado, pois como todos nós sabemos estudar medicina no exterior sai mais barato as mensalidades e também não necessita de vestibular como ocorre atualmente no Paraguay (Não sabemos até quando será sem vestibular). Conquanto você que busca uma boa formação acadêmica, pensem bem antes de efetivamente tomar decisões buscando somente valores e esquecendo do principal, a qualidade de ensino. Lembra daquele velho ditado de que o barato sai caro? Então….

Como Funciona Essa Prova Aplicada no Brasil?

O revalida é basicamente elaborado em duas etapas, sendo elas a parte teórica e a parte prática. Além do mais essas duas etapas são obrigatórias, ou seja, caso não passe na parte teórica o profissional não pode realizar a parte prática. Atualmente o número de brasileiros aos quais passam na avaliação tem crescido a cada dia, o que com certeza comprova que o número de alunos da universidade UPE tem realmente se destacado.

 

O profissional que se sujeita a realizar o revalida e obtém a sua aprovação, pode seguir com o processo de entrega dos documentos e posteriormente se cadastrar junto ao Conselho de Regional de Medicina do estado ao qual o mesmo irá querer se inscrever.

Não obstante, outro aspecto importante sobre estudar medicina no Paraguai se encontra na questão do aluno efetivamente se preparar para tal prova, pois como sabemos o revalida não é realmente fácil, porém não existe uma fórmula mágica, apenas mesmo estudar.

Atualmente os alunos que não obtém sucesso no revalida, podem repetir a avaliação somente uma vez por ano, não sendo permitido a realização da prova mais de uma vez ao ano. Vale mencionar também que muitos dos alunos reprovados acabam optando por uma segunda opção, sendo ele um outro sistema de revalidação (Mais Oneroso) chamado de Complementação que basicamente é realizado diretamente em uma universidade Federal.

 

Sistema de Complementação para Revalidação

O sistema de complementação é bem mais complicado do que o revalida, pois exige análise de conteúdos, pagamento de valores e mensalidades, além de normalmente as pessoas que optam por este método acabarem realizando a contratação de um advogado para realizar todos os trâmites. Então, analisando a melhor opção é estudar e passar no revalida.

 

Menu
× Como Posso Ajudar?